Login Alunos
Username:
Password:
Esqueceu a sua Password?
 Acerca da Media Sessions
A Media Sessions
Estudar na Media Sessions
Perguntas Frequentes
Contactos

 Cursos Online
Design e Imagem
Programação
Internet e Multimédia
Desenvolvimento Pessoal
Cursos Intensivos

 Acerca do e-Learning
Descubra o e-Learning
O Futuro do e-Learning
Destinatários do e-Learning
 
GLOSSÁRIO DE E-LEARNING

2

2,5G
Refere-se à chamada segunda geração e meia nas comunicações móveis, que designa normalmente o GPRS e EDGE, tecnologias que funcionam sobre o GSM e o CDMA, garantindo maior velocidade de comunicação de dados e o alargamento de funcionalidades, mas não implicando uma substituição completa de infra-estruturas.


2G
Referente à segunda geração das comunicações móveis, baseada nos protocolos GSM e CDMA.

 

3

3G
Referente à terceira geração de comunicações móveis. Designa a tecnologia global IMT-2000, da qual o UMTS é apenas uma das versões.

 

4

Erro 404
Mensagem de erro mais habitual num browser. Acontece quando não é possível localizar o endereço ou a página Web pedidos. O erro poderá estar num link mal feito, ou num endereço web (URL) mal escrito.

A

 

@ (At)
At ou A de arroba. Símbolo usado para identificar na Internet uma localização de uma caixa de correio electrónico. No endereço info@internet.gov.pt é indicado que o info é o nome de uma caixa de correio associada ao domínio web Internet.gov.pt, alojado num servidor de email .

Acessibilidade:
Accessibility. Na linguagem da Web, a acessibilidade de uma página permite que ela seja lida e navegada por uma pessoa inapta.

ADL (Aprendizagem Avançada Distribuída):
Advanced Distributed Learning.
Iniciativa do Departamento de Defesa dos Estados Unidos para alcançar interoperabilidade entre computadores e softwares de aprendizagem baseados na Internet até o desenvolvimento de um sistema técnico comum, que armazena conteúdos na forma de objetos de aprendizagem reutilizáveis. Veja também SCORM.

ADSL (Linha Assimétrica Digital de Assinantes):
Asymmetric Digital Subscriber Line. Um tipo de DSL que utiliza a maior parte da sua banda larga para transmitir informações e uma pequena parte para receber informações de usuários.

AICC (Comitê de Treinamento Baseado em Computador da Indústria de Aviação):
Aviation Industry Computer-Based Training Committee. Uma associação internacional de profissionais que trabalham com tecnologias aplicadas ao treinamento, responsáveis pelo desenvolvimento de normas de treinamento para a indústria de aviação.

Aninhamento:
Nesting. Colocar documentos dentro de outro documento. Permite a um usuário acessar material em um modelo não-linear, o primeiro requisito para o desenvolvimento de um hipertexto.

Ambiente de aprendizagem:
Learning environment. Software projetado como uma solução compacta que pode facilitar a aprendizagem on-line em uma organização. Cursos criados dentro de um ambiente de ensino podem ser localizados com as mesmas capacidades de um Sistema de Gestão de Aprendizagem (Learning Management System - LMS), mas o ambiente pode não ser capaz de localizar cursos criados fora do sistema. Vários ambientes de aprendizagem também permitem a criação de cursos adicionais.

Ambiente onground:
Onground environment. O ambiente de sala de aula tradicional (presencial), também conhecida como “cara-a-cara” (Face-to-Face). Veja também ILT.

Amplitude:
Amplitude. A quantidade de variações em um sinal eletrônico. Comumente medida pela altura das ondas emitidas por esse sinal eletrônico. Comumente medida pela altura das ondas emitidas por esse sinal.

Análise do “gap” de habilidade:
Skill gap analysis. Comparação das habilidades da pessoa com as habilidades exigidas para o trabalho que lhe será atribuído. Uma análise de “gap” (ou necessidade) de habilidade simples consiste em uma lista de habilidades requeridas junto com uma avaliação do nível do empregado para cada habilidade. As avaliações abaixo de um nível pré-determinado identificam um gap (ou necessidade) de habilidade.

Análogo:
Analog. Sinal que é recebido da mesma forma que é transmitido, embora a amplitude e a freqüência possam variar.

AoD (Áudio sob demanda):
Audio on Demand. Veja CoD.

API (Interface de Programa Aplicativo):
Application Program Interface. Serviços de um sistema operacional disponíveis para programas que funcionem sob esse sistema.

Applet:
Applet. Pequeno aplicativo. Veja também Java Applet

Aplicativo:
Application. É um programa que o usuário ativa para utilizar em seu computador. Existem vários programas que se enquadram na categoria aplicativos; Aplicativos são geralmentechamados de softwares.

Aprendizagem assíncrona:
Asynchronous learning. Aprendizagem em que a interação entre professores (tutores) e alunos (treinandos) ocorre com um certo intervalo de tempo. A aprendizagem assíncrona ocorre em cursos onde o próprio aluno determina a duração. Esse tipo de aprendizagem geralmente ocorre por intermédio da Internet, CD-ROM, grupos de discussões on line ou e-mail.

Aprendizagem híbrida:
Blended learning. Cursos que combinam diversos tipos de meios de aprendizagem, tanto através de tecnologias (e-Learning), como através de métodos tradicionais como o ensino presencial.

Aprendizagem prescritiva:
Prescriptive learning. Um processo em que a falta de habilidades ou conhecimentos específicos é detectada, e treinamentos apropriados são designados.

Aprendizagem síncrona:
Synchronous learning. Aprendizagem em tempo real, com um instrutor guiando de modo on-line um evento de ensino com cada um dos participantes ao mesmo tempo e comunicando-se diretamente com cada um. Nestas salas de aula o instrutor mantém o controle sobre a classe, com a habilidade para convidar os participantes a levantarem suas "mãos eletrônicas", mesmo que estejam distantes. Alunos e professores utilizam um quadro branco para visualizarem o trabalho em progresso e compartilharem conhecimento. Conteúdo pode também ser entregue usando áudio ou videoconferência, Internet, e transmissões ao vivo de conferencias em uma sala de aula.

Arquiteto de informações:
Information architect. Veja Arquitetura da Informação.

Arquitetura da informação:
Information architecture. Idéias sobre como informações deveriam ser tratadas e organizadas. Em projetos da web, o termo está relacionado à organização de conteúdos em categorias e a criação de uma interface para armazenamento das mesmas.

Arquivo comprimido ou compactado:
Compressed file. Arquivo de computador que teve seu tamanho reduzido através de um software de compressão. O usuário deve descomprimir o mesmo antes de visualizar ou utilizar o arquivo.

ASCII (Código Padrão Americano para Intercâmbio de Informação):
American Standard Code for Information Interexchange. Linguagem de computador usada para converter letras, números e códigos de controle para códigos digitais entendidos pela maioria dos computadores.

ASP (Provedor de Serviços Aplicativos):
Application Service Provider. Companhias terceirizadas que gerenciam e distribuem serviços baseados em softwares para outras companhias distantes, pela Internet através de uma central. ASPs permitem que as companhias poupem dinheiro, tempo e recursos.

Assessment item:
Item de avaliação. Questão ou atividade mensurável usada para determinar o nível de conhecimento ou de aprendizagem de um aluno sobre um determinado tópico ou tema.

ATM (Modo de Transmissão Assíncrono):
Asynchronous Transmission Mode. Tecnologia utilizada para a transferência de dados em alta velocidade. Esses pacotes de informação sã
o transmitidos em quantidades fixas, permitindo a transmissão permanente. O ATM suporta voz e vídeo em tempo real, bem como outros tipos de dados, e pode atingir velocidade superior a 10 Gbps.

Audio bridge:
Ponte de áudio. Dispositivo usado em audioconfêrencia que conecta múltiplas linhas telefônicas.

Authoring Tool:
Ferramentas de autoria. Software aplicativo ou programa que permite que pessoas criem seus próprios cursos e-Learning. Alguns tipos de ferramentas de autoria incluem instruções enfocadas nessas ferramentas, criação na web e ferramentas de programação, gabaritos focados em ferramentas de autoria, sistema de captura de conhecimento, criação de textos e arquivos e sistemas de encadeamento (linkagem).

Audioconferência:
Audioconferencing. Conexão com interação através de voz entre mais de dois pontos através de linhas telefônicas comuns.

Audiográficos:
Audiographics. Tecnologia baseada em computador que permite transmissão simultânea de voz, comunicação de dados e imagens gráficas por linha telefônica de forma interativa entre o instrutor e todos os participantes.

Auto-avaliação:
Self-assessment. Processo em que cada aluno determina seu nível pessoal de conhecimentos e habilidades.

Auto- aprendizagem:
Self-paced learning. O processo em que o aluno determina o passo ou o ritmo de aprendizagem, acessando o conteúdo quando e quantas vezes quiser.

Auto-serviço na Web:
Web site onde o indivíduo pode, sem intervenção ou interação com pessoas, obter os serviços de que precisa. Exemplos de auto-atendimento são os serviços de Internet Banking, de envio de mensagens para telefones celulares e o suporte técnico.

Avaliação:
Evaluation. (1) Qualquer método sistemático para reunir informações sobre o impacto e a efetividade de um evento de
e-Learning. Resultados dessa medida podem ser usados para aperfeiçoar o processo de ensino, determinar se os objetivos de aprendizagem tem sido alcançados e avaliar o valor de um evento de ensino para a organização. (2) O processo usado para testar o nível de habilidade e conhecimento de um aluno.

 

B

B2B:
Business-to-Business. É o termo que descreve o relacionamento entre as empresas. É muito comum utilizá-lo para referir-se ao comércio ou à colaboração entre empresas, principalmente através de extranets ou da Internet.

B2C:
Business-to-Consumer. Este termo descreve o relacionamento entre a empresa e seus consumidores. Normalmente se relaciona ao atendimento direto ao cliente, através da Web.

Backbone:
Backbone. Ponte de comunicação primária que conecta múltiplos usuários.

Banco de Dados:
Tecnicamente, qualquer conjunto de informações (desde um simples endereço até informações mais detalhadas sobre um cliente ou empresa). O termo também é geralmente aplicado para registros de informações computadorizados.

Banda:
Band. Faixa de Freqüências.

Banda Estreita:
Narrowband. Na transmissão de dados, velocidades de 50 Bps a 64 Bps. Veja também banda larga.

Banda Larga:
Broadband. Transmissão de alta velocidade. A velocidade específica utilizada para definir banda larga é subjetiva; o termo freqüentemente inclui conexões com uma velocidade superior a que é comumente usada até o momento. Veja também narrowband.

Bandwidth:
Largura de Banda . Capacidade de transportar informações de um canal de comunicação.

Base de Dados:
Veja Banco de Dados .

Baud rate:
Taxa de bauds. Veja Bps.

Best Practices:
Veja Melhores Práticas .

Binário:
Binary. Uma linguagem de computador que utiliza apenas os dígitos 0 e 1 para transmitir informações.

Bit:
Bit. A unidade mais básica da informação em um computador. De acordo com o código binário, cada bit é designado como 1 ou 0; todas as informações armazenadas no computador são compostas por combinações de bits.

Blended learning:
Aprendizagem híbrida. Cursos que combinam diversos tipos de meios de aprendizagem, tanto através de tecnologias (e-Learning), como através de métodos tradicionais como o ensino presencial.

Bookmark:
Página Marcada. Link salvo de uma Webpage que fica armazenado em seu browser para ser localizado com mais facilidade e rapidez das próximas vezes em que for acessado.

Bps (Bits por segundo):
Bits per second. Medida de velocidade de transmissão de dados do modem. Sinônimo de Baud Rate.

Bridge:
Ponte. Um dispositivo que liga duas ou mais seções de uma rede.

Broadcast:
Broadcast. Sinais de rádio e televisão destinados a alcançar audiência do público de massa. Alguns web sites oferecem broadcast original ou redistribuído.

Business Case:
Veja Estudo de Negócio.

Business requirements:
Requisitos de negócios. Condições que uma solução e-Learning deveria encontrar para alinhar-se com as necessidades da empresa como desenvolvimento de conteúdo, especialistas no assunto, aprendizes, executivos e administradores de treinamento.

Byte:
Byte. Uma combinação de 8 bits.

 

C

Cabo de fibra ótica:
Fiber-optic cable. Fibra de vidro que é usada para transmissões a laser de vídeo, áudio, e/ou dados. Essa tecnologia tem largura de banda com muito mais capacidade do que cabos convencionais ou fios de cobre.

Cable modem:
Modem a cabo. Um modem que usa cabos coaxiais de televisão a cabo para transmitir dados com mais rapidez do que os modems que utilizam linhas de telefone.

CAI (Instrução Com Auxílio do Computador):
Computer-Assisted Instruction. Instrução mediada por computador em que o sistema permite corrigir ou reforçar a aprendizagem do aluno baseando-se em respostas, mas não permite a mudança na estrutura do programa.

Cancelamento do eco:
Echo cancellation. O processo de eliminar o eco acústico em uma sala de vídeo-conferência.

CBT (Treinamento Baseado no Computador):
Computer-based Training. Curso ou material educacional apresentado em computador, principalmente via CD-ROM ou disquete. Diferente do Treinamento Baseado na Web, o Treinamento Baseado no Computador, não exige que o mesmo com recursos externos ao curso.

CD-ROM (Disco Compacto Apenas para Leitura de Mídia):
Compact Disc Read Only Media Meio de memória similar ao CD de áudio que pode armazenar mais que 600 megabytes de informações digitais para leitura.

Certificação:
Certification. A certificação profissional é uma ferramenta para medir habilidades e conhecimentos. A credencial de certificação dá a empregados e clientes, provas de especialização individual em seus campos de atuação.

Chat:
Chat. Comunicação entre membros de um serviço on-line através de texto. As mensagens são enviadas entre as pessoas em tempo real como em uma conversação, onde as declarações são breves.

Classroom training:
Treinamento em sala de aula. Veja ILT.

C-Learning:
C-Learning. Veja ILT.

Click-through:
Número de cliques efetuados a partir de links de e-mails, sites relacionados ou em banners páginas web.

CMS (Sistema Gerenciador de Conteúdo):
Content Management System. Aplicativo de Software que torna mais simples o processo de testar, aprovar, esboçar e inserir conteúdo em webpages.

Collaborative tools:
Ferramentas de colaboração. Permite ao aluno estudar e interagir com outros, via e-mail, discussões ou chats.

Comércio eletrônico:
e-Commerce. Envolve todas as etapas que fazem parte de uma transação (venda ou compra) através de aplicativos de tecnologia da informação (TI).

Competency management:
Gerenciamento de competências. Um sistema usado para identificar habilidades, conhecimentos e performance em uma organização, tornando-a apta a localizar falhas e introduzir treinamento, compensação e recrutar programas baseados em necessidades correntes ou futuras.

Compressed file:
Arquivo comprimido ou compactado. Arquivo de computador que teve seu tamanho reduzido através de um software de compressão. O usuário deve descomprimir o mesmo antes de visualizar ou utilizar o arquivo.

Compressed video:
Vídeo comprimido. Sinais de vídeo reduzidos para permitir viagens ao longo de uma pequena concessionária.

Comunicação privada:
Private communication. Comunicação eletrônica (e-mail) enviada a caixas de correio pessoais de um ou mais indivíduos, oposto ao fórum de discussão publica.

Comunicação pública:
Public communication. Comunicação eletrônica enviada para um fórum de discussão publico, ou lista de e-mails onde uma mensagem é distribuída para todos os membros da lista.

Comunicação em tempo real:
Real-time communication. A comunicação em que as informações são recebidas praticamente após o envio. O tempo real é uma característica da comunicação síncrona.

Comunidade:
Community. Veja Comunidade on line.

Comunidade on-line:
On-line community. Lugar de encontro para alunos na Internet. Destinado para facilitar a interação e a colaboração entre pessoas que compartilhem interesses e necessidades em comum.

Connect time:
Tempo de conexão. A quantidade de tempo que um terminal ou computador está conectado em outro computador ou servidor para uma sessão particular.

Conversor de scan lento:
Slow scan converter. Transmite e recebe vídeo através de canais de banda estreita em tempo real. Os componentes de uma câmera devem permanecer estáticos para uma maior resolução.

CoD (Conteúdo por Demanda):
Content on demand. Entrega de uma oferta, em formato mídia, em qualquer lugar, a qualquer hora através de uma rede. Suas variantes incluem áudio sob demanda (AoD), e vídeo sob demanda (VoD).

Codec (Codificador/Decodificador):
Coder/decoder. Sistema usado para converter sinais analógicos em sinais digitais e reconvertê-los para recepção em um site remoto, comprimindo o sinal para uma transmissão mais fácil e menos custosa.

Concessionária de comunicações:
Common carrier. Uma regulamentação governamental para companhias privadas que fornecem ao público, serviços de telecomunicações (por exemplo, companhias telefônicas).

Conteúdo:
Content. Propriedade intelectual e conhecimentos a serem partilhados; Diferentes tipos de conteúdos de e-Learning incluem texto, áudio, vídeo, animação e simulação.

Convergência:
Convergence. Resultado da era digital onde vários tipos de informações, também digitais, como texto, voz, vídeo e seus mecanismos Televisão, telecomunicações e consumidores de equipamentos eletrônicos são combinados da forma mais próxima possível. A WebTV é um exemplo de convergência entre televisão e computador.

Cookie:
Cookie. Informações armazenadas no computador de um usuário depois de ter realizado uma visita a um website. Esses caminhos de dados podem ser desabilitados no browser.

Courseware:
Courseware. Qualquer tipo de software instrucional ou educacional.

CPU (Unidade Central de Processamento):
Central Processing Unit. Parte do computador que contém o microprocessador, fonte de alimentação, disco rígido e unidades de discos.

CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes):
Customer Relationship Management. Metodologias e softwares que ajudam uma companhia a gerenciar e organizar sua relação com os clientes. Ajuda a identificá-los e categorizá-los.

Customização:
É o oferecimento de opções para o cliente em determinados produtos. Estas opções oferecem limitações, ou seja, não é possível alterar mais do que é permitido pelo fabricante ou fornecedor.

Cyber espaço:
Cyberspace. O “lugar” nebuloso onde os humanos interagem através de uma rede de computadores. Definição descrita por William Gibson em Neuromancer.

D

Data Mining:
Análise das informações e dados contidos em um banco usando ferramentas que procuram tendências e erros sem o conhecimento do que significam tais dados. Muito utilizado em comércio eletrônico e também no e-Learning.

Default:
Default. Uma configuração padrão utilizada automaticamente pelo sistema, a não ser que essa condição seja modificada pelo usuário.

Delivery:
Delivery. Qualquer método de transferência de conteúdos para alunos. As variantes são: o treinamento com acompanhamento de um instrutor, o ensino à distância baseado na web, laboratório on-line, CD-ROM e livros.

Designer Instrucional (ID):
Instructional designer. Um indivíduo que aplica uma metodologia sistemática baseada em teoria instrutiva para criar conteúdos de eventos de ensino.

Desktop videoconferencing:
Video conferência em desktop. Videoconferência em um computador pessoal.

Dial Up:
Dial Up. Tipo de conexão entre dois computadores, através de um modem.

Digital:
Digital. Um sinal elétrico que varia em etapas discretas de voltagem, freqüência, amplitude, posições e assim por diante. Sinais digitais podem ser transmitidos com maior rapidez e precisão do que sinais analógicos.

Digital divide:
Fronteira digital. A distância existente entre aqueles que podem dispor da tecnologia e aqueles que não podem.

Discussion boards:
Listas de discussão. Na Internet ou na intranet, fóruns onde usuários podem enviar mensagens para outros usuários lerem. Permite a troca de informações e a interação de modo assíncrono entre seus participantes. Pode ou não ser moderada (publicação monitorada e controlada).

Distance Education:
EaD (Educação à Distância) . Cenário educacional em que instrutor e alunos estão separados pelo tempo, posição, ou ambos os fatores. Os cursos de educação à distância são levados a lugares remotos de forma síncrona ou assíncrona, incluindo correspondência escrita, texto, gráficos, áudio, fita de vídeo, CD-ROM, formação na linha de áudio e videoconferência, televisão interativa e fax. A educação a distancia não exclui a aula tradicional. A definição de educação a distancia é mais ampla que a definição de e-Learning.

Download:
Download. Transferência eletrônica ou cópia de arquivo de um computador para outro. Os arquivos podem ser transferidos de um computador com conexão individual para outro, através de uma rede de computadores, serviço comercial on line, ou pela Internet.

DS (Sinal Digital):
Digital Signal. Utiliza-se para determinar a taxa e o formato de um sinal digital. Por exemplo, DS-1 ou DS-3. Geralmente usa-se o sinônimo T, como T-1, T-3, embora o T tecnicamente se refira ao tipo de equipamento.

DSL (Linha Digital para Assinantes):
Digital Subscriber Line. Método de acesso à Internet banda larga, através de assinatura, que envia dados de uma linha telefônica padrã
o em velocidade acima de 7 Mbps.

DVD (Disco Versátil Digital):
Digital Versatile Disc. Discos ópticos que possuem o mesmo tamanho de CDs, porém seus dois lados podem ser utilizados, pois tem maior capacidade de memória.

DVI (Vídeo Digital Interativo):
Digital Video Interactive. Um formato para gravação de vídeo digital sobre discos compactos (CDs) com maior compressão.

 

E

EaD (Educação à Distância):
Distance Education. Cenário educacional em que instrutor e alunos estão separados pelo tempo, posição, ou ambos os fatores. Os cursos de educação à distância são levados a lugares remotos de forma síncrona ou assíncrona, incluindo correspondência escrita, texto, gráficos, áudio, fita de vídeo, CD-ROM, formação na linha de áudio e videoconferência, televisão interativa e fax. A educação a distancia não exclui a aula tradicional. A definição de educação a distancia é mais ampla que a definição de e-Learning.

e-Business:
Veja negócio eletrônico .

e-Commerce:
Veja comércio eletrônico .

e-Learning:
e-Learning. Inclui uma ampla gama de aplicações e processos, tais como aprendizagem baseada na Internet, no computador, aulas virtuais, colaboração digital. Inclui a entrega de conteúdos através da Internet, extranet, intranet, (LAN/WAN), áudio e vídeo, transmissão via saté
lite, televisão interativa e CD-ROM.

e-Learning Corporativo:
Enterprise-wide e-Learning. O e-Learning que é planejado para todos ou a maioria dos empregados dentro de uma empresa. Freqüentemente parte de uma mudança estratégica da direção. Também usado para suportar um processo de um único núcleo, como vendas.

Echo cancellation:
Cancelamento do eco. O processo de eliminar o eco acústico em uma sala de vídeo-conferência.

Email (Correio eletrônico):
Eletronic mail. Mensagens enviadas de um usuário para outro através de um computador.

End-to-end solution:
Solução end-to-end. Um termo de marketing utilizado pelos grandes provedores de e-Learning. Significa que seus produtos e serviços proverão todos os aspectos necessários para o processo do e-Learning.

Ensino on-line:
On-line learning. Veja Treinamento baseado na Internet (Internet-based training).

Escalabilidade:
Scalability. O grau em que um aplicativo ou componente de computador pode ser expandido em tamanho, volume, ou número de usuários servidos, e continuar a exercer sua função corretamente.

Estudo de Negócio:
Business Case. Estudo ou análise detalhada de fatores considerados críticos em um determinado negócio ou iniciativa de negócio. Tem por objetivo fornecer indicadores diversos como objetivos de negócios, ROI, mercado, etc.

EPSS (Sistema Eletrônico de Suporte a Performance):
Electronic Performance Support System. Um aplicativo de computador que é ligado diretamente a outro aplicativo. Quando é acessado, treina ou guia os empregados pelas etapas que eles necessitam conhecer para completar uma tarefa ou atividade. Ou, de modo mais genérico, um computador ou outro dispositivo que habilita o acesso do empregado a informações ou recursos que o ajudam a realizar uma tarefa.

Ergonômico:
Ergonomics. Princípios do projeto relativos ao conforto, eficiência e segurança de usuários.

ERP (Planejamento de Recursos Empresarias):
Enterprise Resource Planning. Estabelecimento de atividades apoiadas por softwares aplicativos que ajudam uma companhia a gerenciar e ordenar o acompanhamento, e serviços aos clientes. Também pode incluir módulos para finanças e atividades de RH. O desenvolvimento de um sistema ERP pode envolver analises de processos consideráveis de negócios, treinamento de empregados e novos procedimentos de trabalho.

Estação de trabalho:
Workstation. Um dispositivo, geralmente um microcomputador, que serve como interface entre o usuário e um servidor de arquivo ou computador host.

Espreitar:
Lurking. Ler os comentários ou mensagens em um fórum de discussão, mas não contribuir para o debate.

Espaço de ensino:
Learning space. Uma geografia imaginária onde o empreendimento de aprendizagem prospera. Mapeado por analistas de mercado e minado por consultores, este território é uma anexação recente aos negócios ou atividades da organização.

Ethernet:
Ethernet. Um tipo de rede local, originalmente desenvolvida pela Xerox, em que computadores comunicam-se por sinais de freqüência de rádio enviados através de cabos coaxiais. e-Training: e-Training. Veja TBT.

Evaluation:
Avaliação. (1) Qualquer método sistemático para reunir informações sobre o impacto e a efetividade de um evento de
e-Learning. Resultados dessa medida podem ser usados para aperfeiçoar o processo de ensino, determinar se os objetivos de aprendizagem tem sido alcançados e avaliar o valor de um evento de ensino para a organização. (2) O processo usado para testar o nível de habilidade e conhecimento de um aluno.

Extensible Markup Language:
XML (Linguagem de Marcação Extensiva) . A próxima geração HTML que permitirá designers de websites programarem seus próprios comandos de marcação. Esses comandos podem ser usados ao longo do website como se eles fossem comandos HTML padrões.

Extranet:
Extranet. Rede local (LAN) ou rede de área ampla (WAN) utilizando TCP/IP, HTML, SMTP que abre outro padrão baseado em Internet para transportar informações. Uma extranet é habilitada apenas para pessoas que fazem parte da organização e algumas que não fazem parte, mas possuem autorização para isso.

 

F

F2F (Face-a-Face):
Face-to-Face. Termo usado para descrever ambientes de salas de aula tradicionais. Veja Também ILT.

Facilitador:
Facilitator. Instrutor on-line que dá assistência ao ensino via web.

FAQ (Questões Freqüentes):
Frequently Asked Questions. Um arquivo destinado a grupos de discussão pública contendo questões e respostas esclarecendo as dúvidas mais freqüentes dos novos usuários.

Fax (fac-símile):
Fax. Sistema utilizado para transmitir imagens textuais ou gráficas através de linha telefônica.

Feedback:
Feedback. Comunicação entre o instrutor/sistema e o aluno, resultante de uma ação ou processo.

Ferramentas de autoria:
Authoring Tool. Software aplicativo ou programa que permite que pessoas criem seus próprios cursos e-Learning. Alguns tipos de ferramentas de autoria incluem instruções enfocadas nessas ferramentas, criação na web e ferramentas de programação, gabaritos focados em ferramentas de autoria, sistema de captura de conhecimento, criação de textos e arquivos e sistemas de encadeamento (linkagem).

Ferramentas de colaboração:
Collaborative tools. Permite ao aluno estudar e interagir com outros, via e-mail, discussões ou chats.

Ferramentas facilitadoras:
Facilitative tools. Aplicativos eletrônicos usados em cursos on-line. Exemplos são mailing lists, programas de chat, streaming áudio, streaming video e webpages.

Ferramentas de publicação:
Publishing tool. Um software aplicativo ou programa que permite pessoas publicarem seus próprios cursos de e-Learning para um local especifico, como um servidor de Internet.

Fiber-optic cable:
Cabo de fibra ótica . Fibra de vidro que é usada para transmissões a laser de vídeo, áudio, e/ou dados. Essa tecnologia tem largura de banda com muito mais capacidade do que cabos convencionais ou fios de cobre.

File server:
Servidor de arquivos. Computador com grande dispositivo de memória em uma rede, utilizado para memorizar arquivos e softwares que podem ser compartilhados por outros usuários.

Firewall:
Firewall. Método que dá acesso a Internet ao usuário enquanto mantém a segurança interna da rede.

Footprint:
Pegada. Região no planeta por onde um satélite de comunicações pode transmitir seus sinais. Também, o espaço (chão ou mesa) ocupado por um pedaço do equipamento do computador.

Freqüência:
Frequency. O espaço entre ondas em um sinal. A quantidade de tempo entre a passagem de ondas em um ponto estático.

Fronteira digital:
Digital divide. A distância existente entre aqueles que podem dispor da tecnologia e aqueles que não podem.

FTP (Protocolo de Transferência de Arquivos):
File Transfer Protocol. Um protocolo que permite ao usuário mover arquivos de um computador distante utilizando uma rede como a Internet.

Full-motion video:
Vídeo de movimento total. O sinal que permite a transmissão de ação completa acontecendo no local de origem do site.

Fully interactive video:
Vídeo totalmente interativo. Dois sites interagindo com áudio e vídeo.

 

Gabarito:
Template. Um conjunto predefinido de ferramentas ou formulários que estabelecem a estrutura, a formatação e as configurações para a rápida criação de conteúdos.

GB (Gigabyte):
Gigabyte. Termo usado para quantidades de bytes acima de um bilhão. 1000 megabytes.

Gerenciamento de Competências:
Competency management. Um sistema usado para identificar habilidades, conhecimentos e performance em uma organização, tornando-a apta a localizar falhas e introduzir treinamento, compensação e recrutar programas baseados em necessidades correntes ou futuras.

Gerenciamento do Conhecimento:
Knowledge management. Captura, organiza e memoriza informações, conhecimentos e experiências nos diversos formatos (documentos, políticas, procedimentos, imagens, etc...), em um banco de dados, que também pode ser chamado de “base de conhecimento”, tornando esses elementos disponíveis e localizáveis a partir de palavras-chave e um mecanismo de busca mecanizado na rede privada de uma Organização (Intranet) ou aberta (Extranet ou Internet).

GIF (Formato de Intercambio de Gráficos):
Graphics Interchange Format. Formato de arquivo desenvolvido pela CompuServe para memorização de imagens. Gifs suportam 256 cores e são utilizados com freqüência em imagens da web por ter um formato comprimido.

Globalização:
Globalization. Confecção de uma oferta de conteúdo que seja clara e gramaticalmente correta de forma que elimine diferenças idiomáticas, referenciais de gênero, gírias ou expressões particulares de uma geração ou cultura.

Grok:
Grok. Para alcançar total entendimento de um assunto. De Robert Heinlein's Stranger in a Stranger Land.

GUI (Interface Gráfica do Usuário):
Graphical User Interface. Interface de computador que utiliza ícones ou figuras, menus e um mouse. Exemplos são Macintosh e Windows.

 

H

Habilidades técnicas:
Hard skills. Habilidades de caráter técnico/operacional. Veja também Habilidades Comportamentais.

Habilidades comportamentais:
Soft skills. Habilidades de negócios como comunicação e apresentação, chefia e gerência, recursos humanos, vendas e marketing, desenvolvimento profissional, gerenciamento de tempo e projetos, serviço ao consumidor, construção de equipe, administração, contabilidade e finanças, compras e desenvolvimento pessoal.

HDTV (TV de Alta Definição):
High-definition TV. Televisão que possui uma resolução 5 vezes superior à resolução da televisão padrão. Requer extraordinária largura de banda.

Hipermídia:
Hypermedia. Um programa que contém ligação dinâmica com outras mídias, como radio, vídeo ou arquivos gráficos.

Hipertexto:
Hypertext. Um sistema para recuperar informações de servidores na Internet utilizando a World Wide Web. O hipertexto consiste em frases ou palavras chaves em uma página da WWW que são ligadas eletronicamente a outros websites ou páginas na Internet.

Homepage:
Homepage. Um documento com um endereço (URL) na World Wide Web. Mantida por uma pessoa ou organização.

Host:
Host. Um computador interligado a uma rede que pode receber informações de outros computadores.

Hosting:
Hosting. Método em que os processos tecnológicos e comerciais relacionados ao sistema de aprendizagem e treinamento através do
e-Learning em uma empresa são locados fora da organização. Portanto, uma organização terceirizada realiza o hosting dos processos.

HTML (Linguagem de Marcação de Hipertexto):
Hypertext Markup Language. O código usado para criar homepages e acessar documentos na web.

Hub:
Hub. Um dispositivo de rede que conecta linhas de comunicação.

 

I

IEEE (Instituto dos Engenheiros Elétricos e Eletrônicos):
The Institute of Electrical and Electronics Engineers. Comitê padrão de Tecnologia de ensino que está trabalhando para desenvolver padrões técnicos, práticas recomendáveis, e guias para implementações de educação e treinamento de sistemas.

ILS (Sistema de Aprendizagem Integrado):
Integrated Learning System. Qualquer software, hardware e sistema de rede utilizado para instrução. Além de permitir a sistematização de organizações por níveis de currículos e lições, inclui varias ferramentas como avaliações, registros das páginas e arquivos de informação sobre o usuário que ajudam a identificar as necessidades de formação e manter registros dos alunos.

ILT (Treinamneto Orientado pelo Instrutor):
Instructor-led Training. Normalmente refere-se a treinamentos em salas de aula tradicionais, onde uma sala de alunos é guiada por um instrutor. O termo é usado como sinônimo do treinamento presencial e treinamento em sala de aula (c-Learning do termo classroom learning).

IMS (Sistema de Gestão Instrucional - Consórcio de Aprendizagem Global):
Instructional Management System- Global Learning Consortium. União de organizações governamentais dedicadas a definir e distribuir especificações de interoperabilidade de arquitetura aberta para produtos de e-Learning.

Information architect:
Arquiteto de informações. Veja Information architecture.

Information architecture:
Arquitetura da informação. Idéias sobre como informações deveriam ser tratadas e organizadas. Em projetos da web, o termo está relacionado à organização de conteúdos em categorias e a criação de uma interface para armazenamento das mesmas.

Information Technology:
TI (Tecnologia da Informação). Computadores e suas capacidades de processo de informações.

Infra-estrutura:
Infrastructure. O mecanismo subjacente ou sistema que permite que voz, vídeo e outros dados possam ser transferidos de um site para outro e processados devidamente.

Instructional designer:
Designer Instrucional (ID). Um indivíduo que aplica uma metodologia sistemática baseada em teoria instrutiva para criar conteúdos de eventos de ensino.

Integração com Sistemas Legados:
Significa a integração das informações dos colaboradores que ficam armazenadas tanto nos sistemas legados, como o ERP - Planejamento de Recursos de uma organização, entre eles os Recursos Humanos, ou CRM - Gerenciamento de Relacionamento com Clientes, como nos gerenciadores de e-Learning. Esta integração permite que os dados sejam tratados pelo sistema gerador e não tenham que ser manuseados para atualizar a base de dados do sistema receptor.

Interactive media:
Mídia interativa. Permite pelo menos duas maneiras de interação ou intercâmbio de informações.

Internet based-training:
Treinamento baseado em Internet. Oferecimento de conteúdo educacional por meio de um Web browser através da Internet publica, uma intranet privada ou extranet. O treinamento baseado em Internet promove a utilização de recursos de colaboração fora do curso como e-mail, boletins e grupos de discussão. Esses cursos possuem as vantagens do Treinamento Baseado em Computador, além de incluir também as vantagens da participação do instrutor durante o processo de treinamento. O termo Treinamento baseado em Internet é usado como sinônimo de Treinamento baseado na Web e ensino on-line.

IT Training:
Treinamento em TI. Combinação de treinamento de desktop e sistemas de informação e treinamentotécnico. Inclui treinamento em áreas como softwares de sistemas de infra-estrutura, software aplicativo, e ferramentas de desenvolvimento de aplicativos.

Item de avaliação:
Assessment item. Questão ou atividade mensurável usada para determinar o nível de conhecimento ou de aprendizagem de um aluno sobre um determinado tópico ou tema.

Internet:
Internet. Uma rede internacional, primeiramente utilizada para conectar dados educacionais e redes de pesquisas, iniciada pelo governo dos Estados Unidos. A Internet atual promove a comunicação e a aplicação de serviços para uma base internacional de negócios, consumidores, instituições educacionais, governos e organizações de pesquisas.

Internet Explorer:
Internet Explorer. Um exemplo de browser que nos permite visitar uma homepage e outros links na WWW.

Interoperabilidade:
Interoperability. A habilidade de dois ou mais componentes de hardware ou software de trabalharem em conjunto.

Intranet:
Intranet. Uma LAN ou WAN que transporta informações. A intranet é mantida por uma companhia e é acessível apenas por pessoas que trabalham internamente nela. É protegida contra intrusos por uma combinação de firewalls e outras medidas de segurança.

IP (Protocolo de Internet):
Internet Protocol. O padrão internacional para endereçar e enviar dados via Internet.

IP Multicast:
IP Multicast. Usando Protocolo de Internet, oferece um evento de ensino pela rede de uma única fonte para múltiplos participantes.

ISDN (Rede Digital de Serviços Integrados):
Integrated Services Digital Network. Padrão de telecomunicações que permitem aos canais de comunicação transportarem voz, vídeo e dados simultaneamente.

ISO:
Organização de padrões internacionais; federação internacional de padrões nacionais.

ISP (Provedor de Serviços de Internet):
Internet Service Provider. Revendedor de serviços de acesso a Internet.

Item prático:
Practice item. Uma questão ou atividade de ensino que permite que alunos testem se podem aplicar as habilidades e conhecimentos aprendidos de modo prático.

ITFS (Serviço de Televisão Educativa):
Instructional Television Fixed Service. Televisão de alta freqüência, baseada em microondas, utilizada no oferecimento de programas educacionais.

 

J

JDBC (Conectividade da Base de Dados Java):
Java Database Connectivity. Uma interface de um aplicativo usada para conectar programas escritos em Java, a bancos de dados amplamente utilizados.

JPEG (Grupo de Especialistas em Articulação Fotográfica):
Joint Photographic Experts Group Um padrão para comprimir imagens de fotografias digitais.

Just-in-time:
Just-in-time. Característica do e-Learning em que alunos podem acessar as informações que eles necessitam no momento desejado.

Java:
Java. Uma linguagem de programação desenvolvida pela Sun MicroSystems que requer pouca memória. Java é uma linguagem portátil; não é dependente de um hardware específico e pode ser lançada a partir de um documento HTML, ou isoladamente.

Java applet:
Java applet. Um pequeno programa Java lançado por um browser.

Java script:
Java script. Uma linguagem mais simples que Java, mas não tão potente. Comandos Java Script permitem completar tarefas pelo web browser quando um usuário visualiza uma webpage. (Por exemplo, fazer uma caixa de diálogo aparecer quando o usuário clica em uma palavra ou figura na webpage).

 

K

Kb (Kilobyte):
Kilobyte. 1.024 bytes; com freqüência, genericamente também se aplica a 1000 bytes.

KMS (Sistema de Gestão de Conhecimento):
Knowledge Management System. Veja Gerenciador de conhecimento.

Knowledge management:
Gerenciamento de conhecimento. Captura, organiza e memoriza informações, conhecimentos e experiências nos diversos formatos (documentos, políticas, procedimentos, imagens, etc...), em um banco de dados, que também pode ser chamado de “base de conhecimento”, tornando esses elementos disponíveis e localizáveis a partir de palavras-chave e um mecanismo de busca mecanizado na rede privada de uma Organização (Intranet) ou aberta (Extranet ou Internet).

 

L

Largura de Banda:
Bandwidth. Capacidade de transportar informações de um canal de comunicação.

LAN (Rede Local):
Local- Area Network. Um grupo de computadores e outros dispositivos, como impressoras ou servidores, localizados em uma área relativamente limitada, como um escritório, que podem comunicar-se e compartilhar informações entre si.

Leitor de tela:
Screen reader. Software de computador que fala o texto que está na tela. Freqüentemente utilizado por deficientes visuais.

Learning environment:
Ambiente de aprendizagem. Software projetado como uma solução compacta que pode facilitar a aprendizagem on-line em uma organização. Cursos criados dentro de um ambiente de ensino podem ser localizados com as mesmas capacidades de um Sistema de Gestão de Aprendizagem (Learning Management System - LMS), mas o ambiente pode não ser capaz de localizar cursos criados fora do sistema. Vários ambientes de aprendizagem também permitem a criação de cursos adicionais.

Learning object:
Objeto de aprendizagem . Unidade reutilizável de informação independente dos meios. Bloco modular de conteúdo de e-Learning.

Learning objective:
Objetivo de aprendizagem. Uma declaração estabelecendo um resultado mensurável do comportamento. Usado como um organizador avançado para indicar ao aluno como a aquisição de habilidades e conhecimentos está sendo ou será medida.

Learning platforms:
Plataforma de ensino. Sites internos ou externos freqüentemente organizados em torno de tópicos firmemente enfocados, contendo tecnologias (variando de chats de conversa para grupos de discussão) que ativam o usuário a submeter e recuperar informações.

Learning portal:
Portal de ensino. Qualquer Website que oferece a alunos ou organizações consolidadas, acesso para treinar e aprender recursos de múltiplas fontes. Operadores de portais de ensino são também chamados de agregadores de conteúdo, distribuidores ou hosts.

Learning space:
Espaço de ensino. Uma geografia imaginária onde o empreendimento de aprendizagem prospera. Mapeado por analistas de mercado e minado por consultores, este território é uma anexação recente aos negócios ou atividades da organização.

Linguagem script:
Scripting language. Veja Script.

Listas de discussão:
Discussion boards. Na Internet ou na intranet, fóruns onde usuários podem enviar mensagens para outros usuários lerem. Permite a troca de informações e a interação de modo assíncrono entre seus participantes. Pode ou não ser moderada (publicação monitorada e controlada).

Link:
Link. Um link significa para um browser, uma porta de acesso a dados dentro de um documento; ao clicar no link o usuário se conectará automaticamente a outros dados ou fontes. Usado na formação de hipertextos.

Listserv:
Listserv. Um software para a combinação e automação de mailing lists e grupos de discussão em uma rede de computadores pela Internet. Um formulário para comunicação entre muitas pessoas através da utilização de e-mail.

LMS (Sistema de Gestão de Aprendizagem):
Learning Management System. Software que automatiza a administração dos eventos de treinamento. O LMS registra usuários, trilha cursos em um catálogo e grava dados de alunos; também tipicamente desenvolvido para lidar com cursos por múltiplas publicações e provedores. Usualmente não inclui capacidade própria de autoria; ao invés, foca compatibilidade com cursos criados por uma variedade de outras fontes.

Localização:
Localization. O resultado de uma oferta que encontre as necessidades específicas de uma área geográfica, produto, ou público alvo.

Log in/Log on:
Log in/Log on. O processo de estabelecer uma conexão por uma rede ou modem com um computador remoto para recuperar ou trocar informação.

Log off:
Log off. O processo de finalizar uma conexão por um computador ou rede.

LRN (Intercâmbio de Recursos de Aprendizagem):
Learning Resource Interchange. Intercâmbio de recursos de ensino da Microsoft, um formato que dá ao criador de conteúdo um modo padrão para identificar, compartilhar, atualizar e criar conteúdos e cursos on-line.

LSP (Provedor de Seviços de Ensino):
Learning Service Provider. Um ASP especializado que oferece gerenciamento de ensino e treinamento em um host ou base alugada.

Lurking:
Espreitar. Ler os comentários ou mensagens em um fórum de discussão, mas não contribuir para o debate.

 

Markup:
Markup. Textos ou códigos adicionados para carregar informações sobre os mesmos. Usualmente utilizados para formular layout de documentos ou criar links para outros documentos ou servidores de informação. HTML é uma forma comum de markup.

MB (Megabyte):
Megabyte. 1. 000.000 de bytes.

Mbps (Megabits por segundo):
Megabits per second. Um milhão de bits por segundo.

Melhores Práticas:
Best Practices. Estudos de casos considerados como um bom exemplo para um determinado tipo de negócio.

Meta data:
Meta data. Informações sobre conteúdos que permitem que elas sejam armazenadas e recuperadas a partir de um banco de dados.

Metatag:
Metatag. Uma etiqueta HTML identificando o conteúdo de um website. Informações comumente encontradas na metatag incluem informações sobre direitos autorais (copyright), palavras-chave para ferramentas de busca e descrições da formatação da página.

Microondas:
Microwave. Ondas eletromagnéticas que viajam em uma linha direta e são usadas para envio e recepção de sinais de satélites e para distâncias curtas de até 30 milhas.

Mídia interativa:
Interactive media. Permite pelo menos duas maneiras de interação ou intercâmbio de informações.

Mineração de Dados:
Veja Data Mining .

Modem:
Modem. Periférico que permite aos computadores interagirem entre si através de linha telefônica por conversão de sinais digitais para analógicos.

Modem a cabo:
Cable modem. Um modem que usa cabos coaxiais de televisão a cabo para transmitir dados com mais rapidez do que os modems que utilizam linhas de telefone.

MPEG (Grupo de Especialistas em Filmes):
Moving Picture Experts Group. Um padrão para compressão de imagens de vídeos digitais.

MP3:
Um formato para compressão de arquivos de musica que permite ao usuário carregá-las para seu computador através da Internet.

Multimídia:
Multimedia. Texto interativo cercado de imagens, sons e cores. Multimídia pode ser qualquer coisa de um simples slide PowerPoint até uma complexa e interativa simulação.

 

N

Narrowband:
Banda Estreita. Na transmissão de dados, velocidades de 50 Bps a 64 Bps. Veja também banda larga.

Navegação:
Navigation. Investigar o assunto de interesse página por página na Word Wide Web.

Navegador:
Browser. Software que permite encontrar e visualizar informações na Internet. Netscape Navigator e Internet Explorer são os dois browsers mais comuns.

Negócio eletrônico:
e-Business. Negócios originados do uso de tecnologias digitais e a Internet como meio principal para a comunicação.

Nesting:
Aninhamento. Colocar documentos dentro de outro documento. Permite a um usuário acessar material em um modelo não-linear, o primeiro requisito para o desenvolvimento de um hipertexto.

Netiqueta:
Netiquette. A regra de conduta para o usuário on-line ou da Internet.

Netscape:
Netscape. Um exemplo de browser que permite visitar uma homepage e acessar links na WWW.

Network:
Rede. Dois ou mais computadores que são conectados permitindo aos usuários compartilharem arquivos e dispositivos (por exemplo, impressoras, servidores e dispositivos de memória).

 

O

Object management:
Gerenciamento de Objetivos. Suporta a definição, divulgação e acompanhamento dos objetivos organizacionais, departamentais e individuais, durante todo o ciclo de vida dos mesmos. Deste devem sair as indicações das habilidades e conhecimentos complementares, que devem estar contempladas no Plano de Desenvolvimento dos colaboradores, e permitam que os objetivos sejam atingidos.

Objeto de aprendizagem:
Learning object. Unidade reutilizável de informação independente dos meios. Bloco modular de conteúdo de e-Learning.

Objetivo de aprendizagem:
Learning objective. Uma declaração estabelecendo um resultado mensurável do comportamento. Usado como um organizador avançado para indicar ao aluno como a aquisição de habilidades e conhecimentos está sendo ou será medida.

ODBC (Conectividade de Base de Dados Aberta):
Open Database Connectivity. Uma interface de um programa aplicativo para acessar informações a partir de numerosas bases de dados, incluindo Access, DB2, Oracle, SQL Server, etc.

On-line:
On-line. O estado em que um computador está conectado a outro computador ou servidor através de uma rede.

On-line community:
Comunidade on-line. Lugar de encontro para alunos na Internet. Destinado para facilitar a interação e a colaboração entre pessoas que compartilhem interesses e necessidades em comum.

On-line learning:
Ensino on-line. Veja Treinamento baseado na Internet (Internet-based training).

Onground environment:
Ambiente onground. O ambiente de sala de aula tradicional (presencial), também conhecida como “cara-a-cara” (Face-to-Face). Veja também ILT.

Open platform:
Plataforma aberta. Conceito que demanda a um computador e a uma rede que permita a todos os usuários da Internet a possibilidade de acessar, criar e publicar informações, assim como acessar a informação de outros.

Origination site:
Site de origem. A posição pela qual uma teleconferência é originada.

 

P

Pacote:
Packet. Um pacote de dados transmitidos por uma rede. Eles não têm nenhum tamanho configurado; Podem alcançar de um caractere a centenas de caracteres.

Página Marcada:
Bookmark. Link salvo de uma Webpage que fica armazenado em seu browser para ser localizado com mais facilidade e rapidez das próximas vezes em que for acessado.

PDA (Assistente Pessoal Digital):
Personal Digital Assistant. Dispositivo de computador de mão utilizado para organizar informações pessoais como contatos, horários e assim por diante. Os dados contidos em um PDA podem ser normalmente transferidos para um computador desktop através de transmissão a cabo ou wireless (transmissão sem fios).

Pegada:
Footprint. Região no planeta por onde um satélite de comunicações pode transmitir seus sinais. Também, o espaço (chão ou mesa) ocupado por um pedaço do equipamento do computador.

Personalização:
Personalization. Conteúdo em formato Web entregue especificamente para um usuário individual. Pode ser realizado por um aluno que forneça suas preferências ou por um computador que projete devidamente essas preferências através de um perfil traçado.

Plataforma aberta:
Open platform. Conceito que demanda a um computador e a uma rede que permita a todos os usuários da Internet a possibilidade de acessar, criar e publicar informações, assim como acessar a informação de outros.

Plataforma de ensino:
Learning platforms. Sites internos ou externos freqüentemente organizados em torno de tópicos firmemente enfocados, contendo tecnologias (variando de chats de conversa para grupos de discussão) que ativam o usuário a submeter e recuperar informações.

Plug-in:
Plug-in. Um programa acessório que adiciona capacidades ao programa principal. Usados em webpages para conteúdos de imagem multimídia.

Ponte:
Bridge. Um dispositivo que liga duas ou mais seções de uma rede.

Portal de ensino:
Learning portal. Qualquer Website que oferece a alunos ou organizações consolidadas, acesso para treinar e aprender recursos de múltiplas fontes. Operadores de portais de ensino são também chamados de agregadores de conteúdo, distribuidores ou hosts.

Practice item:
Item prático. Uma questão ou atividade de ensino que permite que alunos testem se podem aplicar as habilidades e conhecimentos aprendidos de modo prático.

Prescriptive learning:
Aprendizagem prescritiva. Um processo em que a falta de habilidades ou conhecimentos específicos é detectada, e treinamentos apropriados são designados.

Private communication:
Comunicação privada. Comunicação eletrônica (e-mail) enviada a caixas de correio pessoais de um ou mais indivíduos, oposto ao fórum de discussão publica.

Programa detector de vírus:
Virus detection program. Um software programado para detectar, diagnosticar e destruir vírus de computador.

Projeto Piloto:
Projeto em que são testados processos e produtos sob determinadas condições que procuram se assemelhar a condições reais e normais. Pode ser definido como um teste que simula atividades comuns e que farão parte do projeto final.

Projection system:
Sistema de projeção. Um dispositivo para exibição de video, televisão ou imagens de computador em uma tela grande.

Ponte de áudio:
Audio bridge. Dispositivo usado em audioconfêrencia que conecta múltiplas linhas telefônicas.

Ponto-com:
Empresas cujos negócios estão fundamentados na Internet, incluindo comunicação e interação.

Ponto para multipontos:
Point-to-multipoint. Transmissão entre múltiplos locais utilizando uma ponte.

Ponto a ponto:
Point-to-point. Transmissão entre dois lugares.

POP (Ponto de Presença):
Point of Presence. A localização geográfica de um interruptor (switch) ou serviço.

Portal:
Portal. Um Website que age como uma "entrada" para a Internet ou uma parte dela, almejando um assunto particular. Veja também Portal de Ensino.

Postar:
Post. Colocar uma mensagem em um fórum de mensagens publicas. Também, colocar uma pagina HTML na Word Wide Web (Publicar).

PPP:
Um pacote de softwares que permitem que o usuário tenha uma conexão direta com a Internet através de linha telefônica.

Práticas:
Practices. Atividades de reforço que dão ao aluno uma oportunidade para aplicar habilidade e conhecimentos. Freqüentemente o sistema oferece tutoriais e realimentação (feedback). Variações são: estudos de casos, atividades de ensino, laboratórios, questionários e testes práticos.

Protocolo:
Protocol. Um conjunto formal de normas, regras, ou formatos para intercambio de dados que assegure a uniformidade entre computadores e aplicativos.

Public communication:
Comunicação pública. Comunicação eletrônica enviada para um fórum de discussão publico, ou lista de e-mails onde uma mensagem é distribuída para todos os membros da lista.

Publishing tool:
Ferramentas de publicação. Um software aplicativo ou programa que permite pessoas publicarem seus próprios cursos de e-Learning para um local especifico, como um servidor de Internet.

Pull technology:
Pull technology. Em referência a Internet ou outro serviço on-line, a tecnologia pela qual a informação é enviada diretamente ao usuário do computador.

 

R

RAM (Memória de Acesso Randômico):
Random-Access Memory. Memória Temporária para dados e instrução de programas.

Real-time communication:
Comunicação em tempo real. A comunicação em que as informações são recebidas praticamente após o envio. O tempo real é uma característica da comunicação síncrona.

Receive site:
Site receptivo. Um lugar que pode receber transmissões de outro site para o ensino a distancia. Sistema Gerenciador de Treinamento:
Training management system. Veja LMS.

Rede:
Network. Dois ou mais computadores que são conectados permitindo aos usuários compartilharem arquivos e dispositivos (por exemplo, impressoras, servidores e dispositivos de memória).

Resolução:
Resolution. A qualidade de uma imagem na tela do monitor.

Retorno de Investimento:
ROI - Return on Investment. É o cálculo do retorno financeiro a partir de um determinado investimento, ou seja, de que forma um investimento gerará lucros ao longo de um período de tempo. Pode ser medido como o tempo de retorno do investimento, como uma porcentagem em relação a um valor disponível em caixa, ou como o valor presente líquido.

RFP (Solicitação para Proposta):
Request For Proposal. Um documento produzido por uma empresa buscando mercadorias ou serviços, e distribuído para futuros possíveis provedores. Os provedores então oferecem propostas baseadas nos critérios especificados dentro da RFP.

RIO (Objeto de Informação Reutilizável):
Reusable Information Object. Uma coleção de conteúdos, práticas, e itens de avaliação agrupados ao redor de um objetivo de aprendizagem único. RIOs são construídos através de gabaritos baseados em metas para comunicar um conceito, fato, processo, princípio, ou procedimento.

RLO (Objeto de Aprendizagem Reutilizável):
Reusable Learning Object. Uma coleção de RIOs, valorizações, sumários e avaliações que suportam um objetivo especifico de aprendizagem.

Requerimentos de sistema:
System requirements. As condições tecnológicas requeridas para o funcionamento de um software aplicativo. Inclui o sistema operacional, linguagem de programação, base de dados, configurações de hardware, largura de banda, potência de processamento e assim por diante.

Requisitos de negócios:
Business requirements. Condições que uma solução e-Learning deveria encontrar para alinhar-se com as necessidades da empresa como desenvolvimento de conteúdo, especialistas no assunto, aprendizes, executivos e administradores de treinamento.

Rolagem:
Scroll. Para mudar imagens em uma tela de computador em uma direção constante, para baixo, para cima, direita ou esquerda.

 

S

Satélite de TV:
Satellite TV. Sinais de áudio e vídeo via um dispositivo de comunicação que órbita em torno da Terra.

Scalability:
Escalabilidade. O grau em que um aplicativo ou componente de computador pode ser expandido em tamanho, volume, ou número de usuários servidos, e continuar a exercer sua função corretamente.

Scanner:
Scanner. Um dispositivo que converte uma página impressa ou imagem para uma representação eletrônica que pode ser visualizada e manipulada em um computador.

SCORM: (Modelo de Referência para Objetos de Aprendizagem Compartilháveis):
Sharable Content Object Reference Model. Conjunto de padrões que, ao serem aplicados ao conteúdo de um curso, produzem pequenos objetos de aprendizagem reutilizáveis. Desta forma um mesmo Objeto pode ser aplicado em diversas aulas e cursos, que por sua vez vão permitir a Personalização do conteúdo de acordo com o conhecimento que falta a quem vai aprender. Resultado do trabalho desenvolvido pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Os elementos da plataforma SCORM podem ser combinados facilmente com outros elementos compatíveis para produzir reposições de materiais de ensino.

Screen reader:
Leitor de tela. Software de computador que fala o texto que está na tela. Freqüentemente utilizado por deficientes visuais.

Script:
Script. Um programa ou conjunto de instruções não executadas pelo processador do computador, mas por outro programa.

Scripting language:
Linguagem script. Veja Script.

Scroll:
Rolagem. Para mudar imagens em uma tela de computador em uma direção constante, para baixo, para cima, direita ou esquerda.

Self-assessment:
Auto-avaliação. Processo em que cada aluno determina seu nível pessoal de conhecimentos e habilidades.

Self-paced learning:
Auto- aprendizagem. O processo em que o aluno determina o passo ou o ritmo de aprendizagem, acessando o conteúdo quando e quantas vezes quiser.

Servidor de arquivos:
File server. Computador com grande dispositivo de memória em uma rede, utilizado para memorizar arquivos e softwares que podem ser compartilhados por outros usuários.

Skill gap analysis:
Análise do “gap” de habilidade. Comparação das habilidades da pessoa com as habilidades exigidas para o trabalho que lhe será atribuído. Uma análise de “gap” (ou necessidade) de habilidade simples consiste em uma lista de habilidades requeridas junto com uma avaliação do nível do empregado para cada habilidade. As avaliações abaixo de um nível pré-determinado identificam um gap (ou necessidade) de habilidade.

SLIP (Protocolo de Linha Serial de Internet):
Serial Line Internet Protocol. Permite ao usuário conectar-se diretamente a Internet através de um modem de alta velocidade.

Slow scan converter:
Conversor de scan lento. Transmite e recebe vídeo através de canais de banda estreita em tempo real. Os componentes de uma câmera devem permanecer estáticos para uma maior resolução.

SME (Conteudista):
Subject Matter Expert. Um individuo que é reconhecido como tendo conhecimento suficiente sobre habilidades em um tópico ou área de assunto particular (Expert).

Simulações:
Simulations. Os aplicativos altamente interativos que permitem o aluno realizar uma simulação em um cenário. As simulações permitem ao aluno a prática de habilidades ou condutas em um ambiente seguro.

Sinergia:
Synergy. A atmosfera de energia e colaboração criada em uma aula virtual, quando os participantes interagem e comunicam-se uns com os outros, tornando o processo produtivo e agradável.

Sistemas Legados:
Significa a integração das informações dos colaboradores que ficam armazenadas tanto nos sistemas legados, entre eles os ERP - Planejamento de Recursos de uma organização, entre eles os Recursos Humanos, ou CRM - Gerenciamento de Relacionamento com Clientes, como nos gerenciadores de e-Learning. Esta integração permite que os dados sejam tratados pelo sistema gerador e não tenham que ser manuseados para atualizar a base de dados do sistema receptor.

Site de origem:
Origination site. A posição pela qual uma teleconferência é originada.

Site receptivo:
Receive site. Um lugar que pode receber transmissões de outro site para o ensino a distancia. Sistema Gerenciador de Treinamento:
Training management system. Veja LMS.

Sistema de projeção:
Projection system. Um dispositivo para exibição de video, televisão ou imagens de computador em uma tela grande.

Soft skills:
Habilidades comportamentais. Habilidades de negócios como comunicação e apresentação, chefia e gerência, recursos humanos, vendas e marketing, desenvolvimento profissional, gerenciamento de tempo e projetos, serviço ao consumidor, construção de equipe, administração, contabilidade e finanças, compras e desenvolvimento pessoal.

Solução end-to-end:
End-to-end solution. Um termo de marketing utilizado pelos grandes provedores de e-Learning. Significa que seus produtos e serviços proverão todos os aspectos necessários para o processo do e-Learning.

SQL:
Padrão de base de dados, empregado principalmente pela Microsoft em seu produto SQL Server.

Streaming mídia (streaming de áudio ou streaming vídeo):
Streaming media. Arquivos de áudio e vídeo que se reproduzem mesmo que estejam sendo descarregados da Internet, sem ter que esperar o término desse processo para escutá-los ou vê-los. Requer um programa reprodutor de mídia.

Synchronous learning:
Aprendizado síncrono. Aprendizagem em tempo real, com um instrutor guiando de modo on-line um evento de ensino com cada um dos participantes ao mesmo tempo e comunicando-se diretamente com cada um. Nestas salas de aula o instrutor mantém o controle sobre a classe, com a habilidade para convidar os participantes a levantarem suas "mãos eletrônicas", mesmo que estejam distantes. Alunos e professores utilizam um quadro branco para visualizarem o trabalho em progresso e compartilharem conhecimento. Conteúdo pode também ser entregue usando áudio ou videoconferência, Internet, e transmissões ao vivo de conferencias em uma sala de aula.

System requirements:
Requerimentos de sistema. As condições tecnológicas requeridas para o funcionamento de um software aplicativo. Inclui o sistema operacional, linguagem de programação, base de dados, configurações de hardware, largura de banda, potência de processamento e assim por diante

 

T

T-1 (DS-1):
Canal de dados digitais de alta velocidade que possui alto volume de dados de voz e/ou outros tipos de dados. Freqüentemente utilizado para comprimir teleconferências. O T-1 possui 24 canais de voz.

T-3 (DS-3):
Um canal digital que se comunica com uma taxa significativamente mais rápida que a T-1.

Taxa de bauds:
Baud rate. Veja Bps.

TBT (Treinamento Baseado em Tecnologia):
Technology-based Training. A entrega de conteúdo através da Internet, LAN, WAN (intranet ou extranet), transmissão pública de satélite, fitas de áudio ou vídeo, TV interativa ou CD-ROM. Inclui CBT (Computer Based Training) e WBT (Web Based Training).

TCP (Protocolo de Controle de Transmissão):
Transmission Control Protocol. Um protocolo que assegura que os conjuntos de dados sejam transportados e recebidos na ordem especificada.

Template:
Gabarito . Um conjunto predefinido de ferramentas ou formulários que estabelecem a estrutura, a formatação e as configurações para a rápida criação de conteúdos.

Tempo Real:
Refere-se ao nível máximo de prontidão relativa à transmissão, processamento e/ou uso das informações. Soluções de e-Learning com interação em tempo real, permitem que pessoas conversem entre si, através do fluxo e da troca imediata de informações.

The Institute of Electrical and Electronics Engineers:
IEEE (Instituto dos Engenheiros Elétricos e Eletrônicos) . Comitê padrão de Tecnologia de ensino que está trabalhando para desenvolver padrões técnicos, práticas recomendáveis, e guias para implementações de educação e treinamento de sistemas.

Thin client:
Thin client. (1) Um computador de rede, sem disco rígido, que acessa programas e dados de um servidor ao invés de armazená-los. (2) Software que realiza a maioria de suas operações a partir do servidor, ao invés de fazê-lo no computador local. Isto faz com que menos memória e menos plug-ins sejam requeridos.

Tecnologia transparente:
Transparent technology. Tecnologia de fácil uso, intuitiva por natureza, e que não se torna o foco da experiência do aprendizado. Graças à sua simplicidade, permite que o aluno se concentre tão somente no conteúdo.

Tela de toque:
Touch screen. Dispositivo de entrada de dados, usado para simplificar atividades do usuário. O usuário toca a tela para controlar sua produção, trabalhando com menus ou pontuação através de questões de múltipla escolha. Permite várias simulações de treinamento através das mãos; por exemplo, apontar para partes em uma máquina.

Telecomunicação:
Telecommunication. A ciência de transportar informação utilizando, radio, ou canais ópticos ou eletromagnéticos para transmitir e receber sinais de voz ou dados de comunicação.

Telecomutação:
Telecommuting. Trabalho realizado em casa, com um computador conectado a um escritório através de uma rede.

Teleconferência:
Teleconferencing. Comunicação eletrônica entre dois ou mais grupos em locais separados através de áudio, video, e/ou sistemas de computador.

Tempo de conexão:
Connect time. A quantidade de tempo que um terminal ou computador está conectado em outro computador ou servidor para uma sessão particular.

TI (Tecnologia da Informação):
Information Technology. Computadores e suas capacidades de processo de informações.

Transponder:
Transponder. Transmissão e recepção de satélite que recebe e amplifica um sinal para ser retransmitido a uma estação terrestre.

Treinamento baseado em Internet:
Internet based-training. Oferecimento de conteúdo educacional por meio de um Web browser através da Internet publica, uma intranet privada ou extranet. O treinamento baseado em Internet promove a utilização de recursos de colaboração fora do curso como e-mail, boletins e grupos de discussão. Esses cursos possuem as vantagens do Treinamento Baseado em Computador, além de incluir também as vantagens da participação do instrutor durante o processo de treinamento. O termo Treinamento baseado em Internet é usado como sinônimo de Treinamento baseado na Web e ensino on-line.

Treinamento em sala de aula:
Classroom training. Veja ILT.

Treinamento baseado em texto:
Text-based training. A entrega de conteúdo através de livros e manuais.

Treinamento em TI:
IT Training. Combinação de treinamento de desktop e sistemas de informação e treinamentotécnico. Inclui treinamento em áreas como softwares de sistemas de infra-estrutura, software aplicativo, e ferramentas de desenvolvimento de aplicativos

 

U

Usabilidade:
Usability. A medida do quão efetivo, eficiente e fácil uma pessoa pode navegar em uma interface, encontrar informações e alcançar seus objetivos.

Uplink:
Uplink. O vínculo de comunicação entre uma estação transmissora terrestre para um satélite.

Upload:
Upload. Enviar um arquivo de um computador ou servidor para outro.

URL (Localizador Uniforme de Recursos):
Uniform Resource Locator. O endereço de uma homepage na WWW. Por exemplo, www.elearningbrasil.com.br

 

V

24/7:
Vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana. Em e-Learning, utilizado para descrever as horas de operação de uma sala de aula virtual ou com que freqüência o suporte técnico pode estar disponível para estudantes e instrutores on-line.

Valor agregado aos serviços:
Value-added services. No contexto da indústria de e-Learning, valor agregado aos serviços incluem treinamento personalizado, avaliação de necessidades e análise de intervalo de habilidades, desenvolvimento e plano de currículo, suporte pré e pós-treinamento, efetiva analise de treinamento, reportar e acompanhar ferramentas, serviços de conselhos e implementação de consultoria, hospedagem e gerenciamento de sistemas de ensino baseados na Internet ou intranet, integração do sistema de entrega do empreendimento e outros serviços.

Vídeo de movimento total:
Full-motion video. O sinal que permite a transmissão de ação completa acontecendo no local de origem do site.

Vídeo totalmente interativo:
Fully interactive video. Dois sites interagindo com áudio e vídeo.

Video conferência em desktop:
Desktop videoconferencing. Videoconferência em um computador pessoal.

Vídeo comprimido:
Compressed video. Sinais de vídeo reduzidos para permitir viagens ao longo de uma pequena concessionária.

Video conferência:
Videoconferencing. Uso de vídeo e sinais auditivos para ligar participantes em locais diferentes e distantes.

Vírus:
Vírus. Um tipo destrutivo de programa que tenta romper a operação normal de um computador, reescrevendo ou apagando informações dos dispositivos de memória, e em alguns casos, provocando danos físicos à máquina.

Virus detection program:
Programa detector de vírus. Um software programado para detectar, diagnosticar e destruir vírus de computador.

VoD (Vídeo sob Demanda):
Video on Demand. Veja CoD.

VOIP (Voz sobre IP):
Voice over IP. Voz transmitida digitalmente utilizando protocolo de Internet. Evita honorários cobrados pelas companhias telefônicas.

Vortal:
Vortal. Portal Vertical; um portal que objetiva um público especifico.

VPN (Rede Virtual Privada):
Virtual Private Network. Uma rede privada, configurada dentro de uma rede pública. Oferece a segurança de uma rede privada e as capacidades e economias de uma rede pública

 

W

W3C:
W3C. Consórcio World Wide Web. Organização que desenvolve especificações, interoperabilidade, softwares e ferramentas para a WWW.

WAN (Rede de Área Larga):
Wide Área Network. Uma rede de computadores que alcançam uma área relativamente grande. Usualmente formada por duas ou mais redes locais. A Internet é uma WAN.

WAP (Protocolo de Aplicativo sem Fio):
Wireless Application Protocol. Especificação que permite que conteúdos da Internet sejam lidos por dispositivos sem fios.

WBT (Treinamento Baseado na Web):
Web-based training. Veja Treinamento Baseado na Internet.

Whiteboard (Quadro Branco):
Whiteboard. Um “quadro branco”, eletrônico em uma sala de aula virtual que capacita um aluno a ver o que um instrutor ou apresentador escreve ou desenha. Também permite que o aluno interaja com seu instrutor ou outros alunos através de marcações no quadro desde que o instrutor assim o permita.

WML (Linguagem de Marcação Sem Fio):
Wireless Markup Language. Linguagem baseada em XML que permite que textos de webpages sejam exibidos em telefones celulares e assistentes digitais pessoais.

Workstation:
Estação de trabalho. Um dispositivo, geralmente um microcomputador, que serve como interface entre o usuário e um servidor de arquivo ou computador host.

WWW:
World Wide Web. Hipertexto gráfico baseado em ferramentas da Internet que provêem acesso a homepages criadas por indivíduos, negócios e organizações

 

X

XML (Linguagem de Marcação Extensiva):
Extensible Markup Language. A próxima geração HTML que permitirá designers de websites programarem seus próprios comandos de marcação. Esses comandos podem ser usados ao longo do website como se eles fossem comandos HTML padrões

 

Copyright © 2004 MEDIASESSIONS.COM - Todos os direitos reservados - Agência Web: VISUALWORK